Se quer fazer sucesso na internet, apenas ter um site ou uma fanpage, não são suficientes para atrair negócios e sustentar sua prática de nutrição

Marketing para nutricionistas – Se você está abrindo um negócio de bem-estar e nutrição ou comercializando algum produto nutricional, seu marketing é decisivo.

marketing para nutricionistas
A vitrine de hoje, que exibe ao mundo o melhor do marketing para nutricionistas, é a internet

Uma estratégia efetiva pode aumentar sua base de clientes e lucro. Embora o marketing para nutricionistas, em seu sentido mais geral, inclua distribuição e vendas, todo ele deve ter como objetivo identificar, analisar e atender necessidades, desejos e expectativas de sua área de atuação.

Se você é profissional liberal, certamente o principal desafio será equilibrar a grande quantidade dessas responsabilidades, que sobrecarregarão o seu trabalho como nutricionista.

Talvez você sinta que não tem tempo para se habilitar e construir o seu marketing, ou não sabe como começar. Este artigo revelará a você como cultivar sua imagem positiva online, de maneira muito promissora.

Continue lendo. Depois das 4 “leis” pro seu negócio germinar, você verá ainda, quais são os 7 passos essenciais do marketing para nutricionistas, para compor o seu melhor plano de divulgação.

Agora vamos olhar para o problema

Embora sejam formados para a especialidade que escolheram, a maioria dos profissionais de nutrição não é equipada com o conhecimento necessário para gerir os seus próprios empreendimentos.

Webinários, estratégias pontuais de empreendimentos, muitas vezes, resumem-se a dicas com pouca ou nenhuma utilidade.

Quase nunca apresentam um real passo a passo de como fazê-lo

Outrossim, com informações e educação empresarial limitadas, não é nenhuma surpresa que vocês são deixados no escuro.

Aqui eu pretendo desmistificar algumas noções comuns, que ao empreendedor iniciante não são apresentadas, quando são tomados os primeiros passos da própria profissão enquanto negócio.

Iniciar e executar um negócio não é fácil. Isto é um fato. Mas pode ser algo menos complicado, se você realmente souber o que fazer, em que ordem e como gerir.

marketing para nutricionistas examinando alimentos

As 4 “leis” pro seu negócio germinar

Veja a seguir o que dizem e o que de fato deve ser.

“Lei” nº 1 – você precisa ter uma oferta (ou um programa) para ter clientes

Aqui eu me refiro a um produto ou uma dieta alimentar. Essa crença pode ter sido verdade há 20 anos atrás, no entanto, hoje o que ocorre é o oposto.

Você não precisa ter uma oferta para executar um negócio. Na verdade você precisa resolver os problemas dos seus clientes.

No mundo de hoje, para empreender em nutricionismo, é preciso em primeiro lugar, encontrar os problemas que os potenciais clientes têm e em seguida, encontrar-lhes a solução mais adequada.

Se você encontrar o problema, você vai encontrar clientes. E então oferecer a solução. Para ter um negócio bem-sucedido, isso é o primeiro requisito verdadeiro.

Você precisa resolver os problemas dos clientes para ter clientes – Isso é tudo para o seu negócio

O que seu negócio como consultoria de nutrição precisa focar ⇒ se você não tem clientes com problemas você não terá um negócio bem-sucedido.

Independentemente do que você tenha para oferecer, se isso não resolver os problemas dos outros, sua oferta é inútil. Em vez de olhar para os clientes, você deve começar a olhar para os seus problemas. É isso que vai levar você a encontrar clientes.

“Lei” nº 2 – você sabe de tudo sobre as necessidades dos seus clientes

Autoconfiança demasiada e banalização dos problemas de seus clientes são a crença mais perigosa nos empreendimentos de saúde.

Por certo, este excesso de certezas e o consequente mal-entendido é a razão pela qual a maioria dos profissionais em nutrição falham.

Pois as estratégias de negócios de hoje, estão todas fundamentadas em perguntas para a resolução de problemas dos seus clientes. Elas são formadas através de extensa pesquisa e também a ouvir seus clientes potenciais.

Os profissionais de saúde mais bem-sucedidos de hoje, e eu quero dizer não apenas para o ramo de nutricionismo, nunca assumem que sabem todas as necessidades dos seus clientes. Pois grande parte do seu tempo e orçamento são dedicados à pesquisa.

Pesquisas que não visam o mercado, mas os problemas enfrentados pelo mercado

Assim, mesmo quando têm uma compreensão razoavelmente confiante dos problemas, eles continuam a pesquisar por outras causas ou soluções para os mesmos problemas.

Fazem perguntas, a começar pelas mais simples, o que os leva a entender melhor o comportamento do mercado, antes de encontrarem uma solução para isso.

Desse modo, entender o problema de que seus clientes potenciais têm, vem antes de você pedir às pessoas para pagar ou mesmo construir o seu site de nutrição.

Isso faz a diferença para um empreendedor de sucesso

Se seu cliente está lidando com questões relacionadas à obesidade, aparentemente é fácil apontar o problema para seu peso, e desenvolver-lhe um plano de dieta.

Veja bem, em vez de simplesmente oferecer-lhe um programa de perda de peso, talvez seja melhor educá-lo sobre como preparar as refeições corretamente. Isto é essencialmente verdadeiro, se o que sua pesquisa apontou ser o real problema.

Um nutricionista empreendedor de verdade, constantemente, pensa em como:
  • encontrar os verdadeiros problemas e necessidades
  • resolver o problema de uma forma que o cliente prefere
  • ser pago para fazê-lo

“Lei” nº 3 – você precisa de um plano de negócios para iniciá-lo

No geral, essa premissa se aplica a qualquer empreendimento. No entanto, uma coleção de cabeçadas depois, eu percebi uma pequena sutileza.

O empreendedor iniciante, e isto também vale para o nutricionismo, que alterna constantemente verdades e mentiras acerca da alimentação mais correta, pode começar um negócio sem um plano de negócios.

Em vez disso, você precisa de uma estratégia de negócios, que é algo completamente diferente.

Um plano de negócios é uma previsão para lhe ajudar a entender onde seu empreendimento estará, em um determinado período de tempo.

Contudo, quando você dá início a ele, com essa infinidade de alternativas de condutas e doutrinas, porque é difícil prever o futuro, não há um organismo humano igual a outro.

Assim sendo, nos estágios iniciais, um plano de negócios pode ajudá-lo a sonhar seus sonhos. Mas, no começo, seu foco deve ser testar diferentes modelos de negócio.

Suas pesquisas, com seus clientes, determinarão o modelo que se adaptará às suas necessidades e às do seu negócio.

Se você tentar defini-lo sem responder a algumas questões-chave, um plano de negócios talvez não fará diferença.

O que você precisa saber:
  • Como é o seu mercado-alvo?
  • Quais os problemas que o seu público enfrenta?
  • Como ele quer que esses problemas sejam resolvidos?
  • Que soluções deverão ser oferecidas?
  • Por que será que elas vão funcionar?

Ora, um plano de negócios é feito geralmente por empreendimentos que já têm seu modelo estabelecido. É por isso que eles podem prever o que acontecerá nos próximos anos.

Essa é a única razão para se ter um plano de negócios em primeiro lugar.

Para pequenas iniciativas, que estão em suas fases de implantação, primeiro é melhor ter uma estratégia de como seu negócio acontecerá.

Depois de ter uma estratégia definida, então é mais fácil prever o que vai acontecer com o seu negócio nos próximos anos.

Portanto, você precisa ter um negócio estabelecido, com a compreensão e experiência de que trabalha para a sua prática de nutrição, antes de definir um plano de negócios.

Um plano simplesmente não é relevante na fase inicial, como não ajudará a prever o que você não tem

“Lei” nº 4 – você precisa produzir um bom marketing para nutricionistas

Marketing para nutricionistas é um grande tema que não cabe em um único artigo. Todavia, mais uma vez eu gostaria de desmistificar algo muito importante e rapidamente.

Todo marketing é usado para o dimensionamento de um negócio. Em outras palavras, para crescer uma prática que já está indo bem.

Dessa forma, o marketing só entra em jogo quando você possui todas as peças do quebra-cabeça, depois de testar sua estratégia de negócios, sua oferta e quando você tiver clientes pagantes.

Senão, tais ferramentas, em um negócio que ainda não está definido e em ordem, será inútil. E ainda um desperdício de energia e de recursos.

Cuide de testar suas ideias, em primeiro lugar

É verdade que o marketing para nutricionistas é extremamente importante para o seu empreendimento, mas só depois que você tiver com um pé no seu mercado.

No entanto, é essencial entender a importância dessas ferramentas e como você se relacionará com seus clientes, através delas.

Porque os clientes não ligam para a sua logomarca, seu site ou seu anúncio no Facebook.

O que realmente lhes importa é a solução que você oferece para os seus problemas. Será com isso que eles ficarão felizes em lhes dar seu dinheiro suado.


CONTEÚDO RELACIONADO ⇒ Saia do Anonimato! Construa Sua Imagem Online, Agora!


marketing para nutricionistas fazendo anotação

Quer fazer um marketing para nutricionistas robusto e saudável?

Agora que você compreendeu a importância de, primeiro testar suas ideias e, supondo que já tenha um conjunto de respostas às necessidades de sua clientela, chegou o momento de pensar como organizar seu plano de marketing.

Então eu lhe pergunto: por que alguém iria procurar um nutricionista?

Embora a resposta imediata seja “a busca por uma alimentação mais saudável”, existem outras razões que levam as pessoas a encontrar esse profissional.

Porque seus serviços se estendem a uma gama de necessidades:

  • pessoas que querem emagrecer, por motivos de estética ou por indicação médica
  • atletas que buscam mais energia para praticar seus esportes ou aumentar o ganho de massa muscular
  • clientes que desejam ou precisam ganhar peso ou modelar o corpo
  • pacientes com restrições médicas especiais e que necessitam se adequar a uma dieta (diabéticos e hipertensos)

Ademais, o profissional, consciente das demandas de sua clientela, sabe que não funcionará a mera divulgação de seus serviços ou produtos, sob o risco destes serem equiparados a mercadorias.

Definitivamente, não é isso o que o seu cliente quer.

Hoje, a jornada do consumidor é outra. Ele quer ser o agente definidor de suas escolhas. Para isso ele agora pesquisa na internet, consulta os amigos, antes de tomar qualquer decisão de compra. Você precisa entender o que mudou, depois da internet.

Por certo, para o setor de nutrição, isto também é uma verdade. A internet é uma vitrine. E sendo assim, sua melhor postura é você se apresentar como profissional qualificado, tornando-se visível para o seu provável cliente. Ao mesmo temo em que o deixa à vontade para decidir sobre suas escolhas.

O que você tem a fazer é utilizar todos recursos com inteligência, para atrair seu público, estabelecer relacionamentos consistentes, e assim firmar sua reputação e garantir para si uma fatia do seu mercado.

Os 7 passos essenciais do marketing para nutricionistas

Veja a seguir esses 7 passos legais, para você elaborar o seu melhor plano de divulgação e colocá-lo em prática ainda hoje!

1 – Defina sua prática

Saber qual o tipo de nutricionista que você deseja ser é fundamental. E por que buscarão você, ao invés de um colega? Quer falar sobre perda de peso, saúde geral ou quer se concentrar em problemas específicos?

Portanto, essa compreensão ajudará você a se concentrar e separá-lo de outros nutricionistas.

2 – Identifique sua clientela

Em seguida, é saber com quem você quer trabalhar. Você quer trabalhar com mulheres, homens, filhos, adolescentes, famílias?

Pense nisso e considere: com qual grupo você costuma lidar melhor? Com quem você gosta de trabalhar? Faça dele seu mercado-alvo e se concentre, principalmente, nesse grupo. Acima de tudo, sua especialidade é quem destacará você dos outros.

Atente para o fato de que o relacionamento direto é algo fundamental para a construção de sua rede de contatos. Sendo assim, aproxime-se dessas pessoas.

Então crie sua lista de contatos e estabeleça um diálogo bem próximo a elas, enviando-lhes informativos e correspondências personalizadas, através de uma boa estratégia de e-mail marketing.

3 – Encontre sua singularidade

Ser um bom nutricionista é tudo, sobre você e as qualidades que você traz para sua prática.

  • Em quais áreas você é especialista?
  • Que programas de dieta ou nutrição você tem adora ou tem aptidão pessoal?
  • O que seus melhores clientes dizem que mais gostam sobre o seu trabalho?

Pense nisso e faça disso seu diferencial.

Acredite no seu talento

Porque uma excelente forma de demonstrar suas expertises é oferecer informações relevantes que tenham alto valor para o seu público-alvo.

Com toda a certeza, a oferta de material consistente atrai o interesse das pessoas e fazem de você uma autoridade no seu segmento.

4 – Atraia seus melhores clientes

Uma vez que decidiu com quem você quer trabalhar, agora faça pesquisaspara descobrir e aprender quais são as melhores formas de alcançá-los.

Observe-os bem:

  • Eles estão envolvidos em clubes e organizações locais?
  • São grupos de pais? Participam de clubes esportivos?
  • Usam redes sociais? Quais?
  • Costumam seguir o site de alguém?

Não tenha medo de fazer perguntas aos seus melhores clientes. 

Dialogue com seu público. Certamente ele está pelas mídias sociais, conversando, trocando ideias, fazendo críticas, comentando sobre tudo e sobre todos.

Mantenha sempre um bom relacionamento com seu público. Ele vai querer ouvir você.

5 – Construa seu negócio, de ”boca a boca”

A propaganda de boca é ótima, mas isso não acontece por si só, é preciso trabalhar. Sendo assim, a melhor maneira de fazê-lo funcionar é construir um programa de referência e não se intimidar em informar seus clientes e sua rede de contatos sobre suas atividades.

Você pode fazer isso através de boletins informativos, artigos em seu site, listas de e-mail, em sua fanpage e seus vídeos. Aposte neles!

Melhor ainda será articular todos os seus conteúdos ao seus canais de relacionamento online

Esta é a essência do inbound marketing, a estratégia que atrai mais tráfego para você e o seu site.

6 – Crie um ótimo site

Agora, sim, chegou a vez de falar obre seu site. Pois saiba que ele é a sua vitrine online! A sala de espera virtual do seu consultório.

Se o seu objetivo é causar uma boa impressão ao seu visitante, não deverá ser aqui que você tenha que economizar, certo?

Enriqueça-o de conteúdos relevantes.

  • Poste assuntos que atraiam e que mostrem o quanto você entende do que faz
  • Coloque imagens bonitas, atraentes
  • Dê dicas importantes
  • Crie e ofereça motivos para retornarem, com frequência, ao seu ambiente virtual

Por certo, seu site é a primeira impressão que um cliente potencial receberá de você.

Atenção total a isso

Se você tem tempo, algum conhecimento e disposição para construí-lo, então eu recomendo que arregace as mangas e comece agora essa empreitada.

Porque, quanto mais cedo você estiver visível e disponível no ciberespaço, maiores serão as suas chances de conquistar sua clientela.

No entanto, se você espera resultados consistentes, previsíveis e de longo prazo, nesse caso faça a coisa certa: contrate um profissional.

7 – Crie uma presença online que permita às pessoas saberem que podem confiar em você

Seus clientes potenciais necessitam ter sobre você enorme confiança. Eles depositam em você suas vidas e seus hábitos, de uma maneira muito pessoal.

Por essa razão eles precisam saber que podem confiar em você. Dessa forma, busque sempre gerar uma forte presença online.

Projete, de você, uma imagem profissional poderosa

Veja só: criar e propagar suas marcas, não faz muito tempo, era algo quase exclusivo das grandes empresas. Essas gastavam fortunas com pessoal especializado e longas veiculações nas grandes mídias.

Mas agora os profissionais liberais, como o nutricionista, têm o mesmo poder para construir e manter seu perfil online, usando redes sociais, sites e outras estratégias digitais.

Desta maneira, se você quer angariar seguidores, atente para o seguinte: trate-os como pessoas e não como um público de massa.

Uma dica preciosa ⇒ publique, sempre e gratuitamente, conteúdos com consistência, sem pedir nada em troca. Isso ajudará a construir sua autoridade.

Por último: responda sempre aos comentários e respeite seus pontos de vista. Essa prática irá atrair as pessoas para você. Afinal, todo mundo gosta de ter em conta suas opiniões.

marketing para nutricionistas sanduiche escalimetro

Seja estratégico

Como um profissional que almeja seu lugar ao sol no mundo da alimentação saudável, você precisa se fazer uma pergunta, aparentemente óbvia, mas divisora de águas:

  • você está tentando conseguir um emprego, com o objetivo de mostrar seu talento
  • ou planeja o crescimento de sua rede de contato e clientes, como empreendedor?

Quando responder a esta pergunta, você verá, diante de si, um roteiro claro, para os futuros esforços de construção de sua marca online. Esta definição ajudará você a publicar exatamente o tipo de conteúdo que servirá os seus objetivos.

Outra dica ⇒ à medida que você for incorporando minhas sugestões à rotina de marketing do seu empreendimento, certifique-se de alinhar todas as suas atividades e comunicações com sua marca pessoal.

Preocupe-se em transmitir uma mensagem densa, substanciosa, para o seu público, ao longo de seus empenhos, tanto na internet como na vida real.

Num mundo cada vez mais competitivo, todos os esforços se concentram na busca pela atenção de seu cliente.

Trabalhar de maneira correta e eficiente o marketing nutricional, é mais que dominar suas próprias expertises, como profissional de saúde.

É uma questão de sobrevivência.


O que você achou do meu artigo? Quer continuar conversando sobre marketing para nutricionistas?

Sinta-se à vontade para comentar ou fazer um contato. Fale-me das suas ideias. Mande-me um e-mail.

Eu ficarei muito feliz por saber de você e de sua opinião.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *